Bem vindo / Welcome




          Após alguns anos de ausência resolvi colocar novamente no ar o meu blog, para poder contribuir e compartilhar conhecimentos e opiniões sobre a área de efeitos especiais.

          Vou me alongar no texto explicando um pouco sobre mim porque é essencial falar um pouco sobre minha trajetória para que você entenda as minhas opiniões,limitações e principalmente como minha história segue uma trajetória única de um montador de fábrica até chegar em efeitos visuais para filmes de Hollywood. Você pode acessar no site www.vfxwev.com , la eu exponho meus trabalhos profissionais e mostro um pouco das cenas que eu contribuí, nos filmes que trabalhei. Mas a intenção nesse texto é fazer você conhecer minha trajetória e de alguma maneira fazer você acreditar que tudo é possível com uma estratégia bem planejada e muita dedicação. Vou deixar abaixo um conjunto de cenas que ajudei a produzir nos últimos tempos.




          Em 1993 eu tive contato com o primeiro clássico de VFX e pelo ano você pode imaginar que eu estou falando do filme Jurassic Park , o parque dos dinossauros. Mas diferente de muitos de meus colegas da área esse não foi o filme que me inspirou a entrar na área, claro que me impactou, mas eu acho que estava ocupado demais brincando e aproveitando bem o final da minha infância para pensar que isso poderia ser minha profissão algum dia. Algum tempo depois já em 1995 eu assistia muitos filmes e muita televisão eu sem querer tinha me viciado em assistir um programa chamado a magia do cinema


 e cada vez mais me interessando pelo processo, mas ate ai meus conhecimentos artísticos eram 0 totalmente 0.

          Em 1996 eu me deparei com duas obras primas que realmente mudaram a minha forma de pensar primeiro um programa de TV chamado Beast wars


  essa série de TV foi feita toda em computação gráfica por um pequeno estúdio em uma cidade que no futuro viria a ser a cidade dos meus sonhos.


         A outra obra prima foi  assistir ao filmes Coração de Dragão um dragão falante feito em computação gráfica e dublado pelo grande ator Sean Connory





 esse filme me fez parar por dias e mais dias tentando entender como eles tinham feito aquilo, tive que ir ate a locadora de filmes e alugar o filme muitas vezes e pegar os nomes das pessoas que fizeram e até as empresas envolvidas, foi ai que conheci a empresa dos meus sonhos Industrial Light Magic mais conhecida como ILM, e por uma grande descoberta ela tinha trabalhado na maioria dos filmes que eu gostava , como :  De volta para o futuro , Indiana Jones, Willow, Caça Fantasmas , O segredo do abismo, Jurassic Park.

         Como você pode acompanhar até aqui eu não citei um outro filme que viria mudar ainda mais minha concepção de VFX dessa vez foi hora de conhecer o clássico STAR WARS o ano ainda era  1996 e  essa sequencia de filmes mudou de vez minha vontade de me engajar nessa área.

        Mas a vida nem sempre nos ajuda e nada estava a favor de ter alguma possibilidade de conseguir entrar nessa área e além do mais nem no meu próprio país eu poderia imaginar algum dia trabalhar com filmes, afinal, se era novidade fora do Brasil, imagine como seria ?!!,  logo decidir deixar esse sonho guardado e com a evolução da internet e democratização da informação eu iria evoluindo e estudando por mim mesmo. O ano já é 1998 e eu trabalhando na linha de produção da fabrica como montador em uma empresa localizada na zonal sul de São paulo, La consigo uma boa oportunidade de me estabilizar financeiramente e ao mesmo tempo continuar acessa essa vontade meio que inconsciente de trabalhar em filmes.
         Os anos foram se passando dentro dessa empresa e o meu crescimento profissional foi muito além do que eu esperava afinal eu estava lá para uma certa estabilidade mas no fim consegui formar uma carreira de sucesso dentro dessa empresa, passando de montador da produção até Supervisor de materiais e Logística, uma história que ate hoje guardo com muito respeito e carinho.
         Porém eu não estava completo profissionalmente, aquela antiga inconsciente vontade de trabalhar com efeitos visuais vivia me lembrando que eu estava me dando super bem, ganhando bem, mas não era aquilo que eu queria para mim.

        Em 2005 foi outro ano para eu recordar, resolvi levar mais a sério os estudos com a ajuda de meu Pai decidi investir em um curso em computação gráfica mais longo, mesmo sem ter base nenhuma em Design ou arte ou até mesmo sem nenhuma base formal em Computação. Nesse mesmo ano decidi conhecer a Cidade de Vancouver no Canada, fui fazer um intercâmbio para melhorar o meu aprendizado do inglês e assim ao mesmo tempo conhecer um dos maiores polos de computação gráfica do mundo e tentar fazer algum contato com o estúdio que produzia a série Beast wars, isso mesmo aquela que eu citei anteriormente nesse texto, mas meu portfólio não era bom o suficiente para eu ser contratado, foi como uma facada no coração, como eu nunca tive um background em artes visuais, tinha falhado claramente na qualidade visual do meu material e mais uma vez me deparo com uma derrota, que me custou alguns dias para me recompor e me replanejar.

          A volta para o Brasil foi dura mas me deu uma visão geral da cidade e do que era necessário para entrar na área.
          Em 2006 eu formei um material melhor, mas não bom o suficiente para trabalhar em um estúdio, mas devido a minha boa didática e fácil adaptação consegui uma oportunidade para dar aulas em uma escola em SP. Foi um período de transição e muito esforço para manter ativa essa vontade de trabalhar em filmes.
            La se vão alguns longos anos trabalhando em projetos pequenos, participando de fóruns na Internet,  nesse ponto o mercado já tinha crescido fortemente no Brasil, mas eu não tinha conseguido ainda quebrar a barreira visual da área, era difícil para mim  diferenciar e avaliar qualidade visual. Então decidi investir novamente em cursos mais ligados a arte tradicional e fotografia, decidi me jogar de vez em esculturas, desenhos e pinturas.
            Em 2011 já me considerando um artista digital mais completo decidir pegar todas as minhas economias e me mudar para Vancouver no Canada. Planejei até os centavos, me inscrevi em um curso longo que na época era o mais barato mesmo assim muito caro, mas por fim acabei me destacando pela minha força de vontade e paixão pelo que eu fazia, antes mesmo de eu me formar, sem nem ter o visto de trabalho em mãos, fui contratado por um pequeno estúdio no Canada , abrindo assim definidamente as portas para trabalhar com efeitos visuais para filmes.